Posts arquivados em Tag: marie kondo

01 maio, 2018

Consumismo x Minimalismo

Já tem bastante tempo que eu faço o possível para não desperdiçar coisas. Por exemplo: se eu almoço em algum lugar que não seja self-service e vem muita comida no prato, eu peço para embalar o restante e entrego a marmita para algum morador de rua que esteja próximo ao restaurante.

Quando eu comecei a morar sozinha e fiz a primeira compra do mês, comprei várias coisas que sobraram e acabaram vencendo, pois eu ainda não sabia a quantidade e quais os mantimentos eu precisaria para passar o mês. Isso me deixou muito triste, pois eu não gosto de desperdiçar.

Muitas coisas nós compramos por impulso, e o pior… muitas vezes para impressionar outras pessoas, isso é consumismo. E a coisa se torna pior quando paramos para pensar no quanto gastamos com coisas super caras e desnecessárias e fazemos um comparativo com as pessoas que passam fome, não tem onde morar e etc… E para agravar ainda mais, a fabricação da maior parte desses produtos, que adquirimos com freqüência, causa um impacto gigante no meio ambiente… além do fato de que os produtos em si, levam muito tempo para se decompor (caso não seja possível sua reciclagem).

Sei que ainda há muito o que melhorar. No entanto, por etapas, comecei a fazer coisas que deixam minha consciência um pouco mais tranquila:

  1. Desde 2015, faço doações mensais ao MSF (Médicos Sem Fronteiras);
  2. Desde 2014, utilizo produtos para cabelo que não produzem diversos componentes prejudiciais ao meio ambiente (os mesmos produtos são veganos e não são testados em animais);

 

Outra coisa que aconteceu depois que comecei a morar sozinha: eu demorei para saber administrar direito o meu espaço, no sentido de que a casa sempre está bagunçada quando eu chego do trabalho, eu sempre arrumo e no outro dia a bagunça reaparece feito passe de mágica.

Certo dia, estava conversando com uma amiga sobre esse assunto, quando de repente resolvi que iria arrumar tudo e separei várias coisas para doação e isso me fez sentir um pouco melhor.

Agora comecei a pesquisar sobre Guarda-Roupas cápsula e minimalismo, assisti ao documentário que tem sobre o assunto no Nextflix (não gostei muito, pois eles se referem ao minimalismo apenas como ‘ter poucas coisas a ponto de que caibam em uma mala’).

Ainda na pesquisa sobre o assunto, conheci o livro “A mágica da Arrumação” de Marie Kondo. E falo sobre ele, nesse vídeo:

Eu gostei muito, pois ela trata o minimalismo como a ideia de ter apenas coisas que te façam bem e que você realmente utilize. Ela ensina a técnica ‘KonMari’ e promete que o método acaba de uma vez por todas com a bagunça da sua casa e da sua vida.

Eu gostei muito e me senti muito inspirada, pretendo botar em prática para ajudar na montagem do meu Guarda-Roupas Cápsula.